11 de set de 2019

México: Pueblos Magicos

Tem alguma coisa no México que te atravessa. Ouvi muito esta frase, mas pude senti-la muito mais. E é verdade. No último post, contei um pouquinho sobre minhas aventuras na Cidade do México, cosmopolita, cheia de museus, mas eu queria entender este país na sua essência. E sabia que isso só seria possível se eu me embrenhasse pelos Pueblos Magicos. E é aí que começa toda a magia.

Os Pueblos Magicos são cidadezinhas que foram agrupadas pela Unesco com esta nomenclatura a fim de valorizar e incentivar a história e a cultura de cada parte do México. Arrisco dizer que fazer esta jornada foi o momento mais incrível da viagem.

Como ir para os Pueblos?

De ônibus: ADO

Pra começar, devo dizer que existem algumas formas para acessarmos os Pueblos. Eu optei fazer o trajeto de ônibus. A companhia mais segura, pontual e incrível para estas viagens é a ADO. Se não for temporada de férias mexicanas, você consegue comprar seu bilhete nos guichês de qualquer cidade mexicana. Mas se você for ansioso (a) como eu, pode já comprar pela internet. O sistema de pagamento para nós brasileiros é pelo Paypal. Super seguro e eficiente. Fique de olho nas tarifas. Alguns horários são bem mais baratos que outros pelo site da companhia de ônibus. Então, se você gosta de dar aquela economizada, planeje bem o roteiro que será sucesso. =)

De avião: Volaris

De San Cris para Cancún, eu fiz com a Volaris. Recomendo porque também as tarifas são super econômicas e os vôos pontuais. Na Riviera Maya, temos um pueblo maravilhoso que é Isla Mujeres que acessei de barco. Neste post falarei de outras localidades porque Cancún não nos traz nenhuma novidade.

O que não perder em todos os Pueblos

Cacao

Aprendi no México que Cacao é muito mais de beber do que de comer. Um exercício pra mim que amo chocolate em barra e quase nunca o  bebo. Então, se você ama provar os sabores dos lugares, pare sempre numa barraquinha na rua dos pueblos e peça o Cacao geladinho e delícia. Você vai perceber que em cada canto é de um jeito.

Mole

Na língua nahuatl, mole é molho. E cada povo prepara o seu de seu jeito. Ainda na temática provar tudo que conseguirmos, não deixe de degustar o de cada pueblo. O meu favorito foi o de Puebla. =)

Trenzinhos no centro histórico

Você pode comprar  o ticket do trenzinho que sai da praça principal dos pueblos e circula pelo centro histórico. Ok, pode achar que é turistão demais, mas eu acho que se tem uma visão panorâmica bem massa dos lugares pra sair caminhando depois. 


Dito isto, daremos início ao nosso roteiro


1- Puebla

A quase duas horas da Cidade do México, Puebla é uma gracinha. Rodeada de histórias, minha trajetória de memórias mexicanas começou logo na hospedagem.