23 de jul de 2019

Menos é mais, como está sendo meu processo rumo ao slow fashion

Já faz um tempo que venho repensando o meu consumo, de roupas/calçados/acessórios principalmente. Quanto mais me informo sobre o quão prejudicial ao meio ambiente é a indústria da moda mais me espanto (é a segunda maior poluente do mundo, ficando atrás apenas da indústria petroleira), sem falar que é uma das indústria que mais possui o "trabalho escravo moderno" onde as pessoas se matam de trabalhar em situações muitas vezes degradantes e recebem muito pouco por isso. Diante de todos esses dados só nos resta duas opções: não fazer nada ou fazer alguma coisa.




A minha concientização foi um processo que levou mais tempo do que gostaria, pois esse assunto é urgente e só depende de cada um enxergar e colocar as mudanças em prática. Vou listar aqui um pouco do meu processo rumo ao slow fashion para quem sabe te inspirar a começar também :)



slow fashion
1. Pensar bem antes de comprar cada coisa. Fazendo perguntas básicas para si: "preciso mesmo disso?", "quantas peças parecidas com essa eu já tenho", "com qual frequência vou usar", "combina com bastante do que tenho para poder fazer diversas combinações e usar mais?". Essas perguntas foram no começo do processo, agora além delas eu faço mais algumas, como: "essa peça é de uma fast fashion?" (se sim, já sabemos que o processo de produção dela é imenso e com certeza o descarte das peças e a forma de produção é insana), "quem produziu essa peça" (fazendo essa pergunta ao proprietário da marca podemos saber melhor sobre as condições de trabalho das pessoas por trás daquele item), "essa peça é produzida próximo de onde moro?" (de quanto mais longe for a peça que compramos mais CO2 ela produziu", "de qual material é feita?" hoje em dia é possível comprar peças feitas com tecidos que não agridem tanto o meio ambiente ou feitas com material reciclado e afins.









slow fashion
2. Fazer uma limpa em quem eu sigo na redes sociais. Excluir marcas que não sejam conscientes, excluir pessoas que só falam sobre consumismo ou são extremamente consumistas (se for um amigx e você não quer parar de seguir por consideração você pode silenciar a pessoa e aí ela não aparece mais no seu feed e nem fica sabendo disso, isso é mara haha) e aí aos poucos você pode quem sabe ir explicando para esse amigx a importância de repensar a forma como ele vem consumindo.

3. Continuando a limpa agora é hora de ir para o e-mail e cancelar a inscrição das newsletters de todas as lojas. Ninguém precisa ficar te dizendo o que comprar, pois quando você precisar realmente de algo você vai saber. Aproveita e já exclui os apps das lojas que instalou no seu celular também ;)



17 de jul de 2019

Cidade do México: A vida é uma festa!

Eu comecei a pesquisar outro país. E de repente, senti algo no meu coração. Fechei o caderno. Abandonei todas as anotações. Era um chamado: Eu precisava ir ao México.
E assim foi numa gestação calma, leve e de muito amor para se fazer um roteiro. Não era qualquer México que minha alma pedia. Nesta primeira parte, convido vocês a descobrirem a Cidade do México comigo.

As dicas a seguir  serão super objetivas, com impressões pá-pum. Depois de muito tempo viajando, é valioso - e sem culpa -, saber que num roteiro não existe obrigatoriedade. Você olha e decide qual lugar te deixaria feliz diante da experiência de outra pessoa. Dito isto, Bora?

                                      o que fazer na cidade do méxico


Maaaaaas, antes de começar a viajar comigo, aperte o play

Cidade do México

Frida, Frida, Frida! Una diosa!

Quando falamos da Cidade do México, a Casa da Frida é a primeira coisa que surge na nossa cabeça. Mas, esta cidade gigantesca é muito além disso. E é na jornada da segunda maior cidade de museus no mundo que a gente vai viajar agora.

Eu diria para que separasse no mínimo uma semana para curtir tudo que a cidade oferece. Se tiver mais tempo, melhor! E se for cosmopolita como eu, minha deusa! Vai pirar e querer morar ali para sempre.

-Coyoacan - A casa da Frida-

Neste bairro charmosíssimo, encontra-se a casa em que Frida viveu com Diego. Super bem preservada, amparada por um curadoria cuidadosa e muito exigente, algo que uma preciosidade merece. Dentro é possível ver pertences dos dois, o estúdio, os cômodos. O tipo de coisa que emociona só de estar lá, sabe? No dia em que fui, estava rolando uma exposição com achados pessoais da Frida. Olhar para seus colares, seus esmaltes, suas roupas. Gracias a la vida!

A casa talvez seja o museu mais caro da cidade. Para além do ingresso, se você quiser fotografar lá dentro, é necessário pagar uma taxa junto ao ingresso. Eles te entregam um adesivo de autorização bem fofo que morou na minha capinha de celular por um bom tempo porque era estilo. Ah, e preparem-se. Filas! Sim, temos muitas. Super esperado, né? Por isso, minha dica é chegar cedo, antes da abertura do museu, para garantir sua entrada no mesmo dia. Vale a espera, vale o amor, vale a lindeza da experiência.

o que fazer na cidade do mexico


12 de jul de 2019

2 bandas indies nacionais com vocalistas mulheres para ouvir agora

Aqui vai a dica de 2 achados musicais recentes ~ nacionais ~ que gostaria de compartilhar com vocês, a Gab Ferreira e a YMA. Estava com saudade de descobrir sons assim sem querer, adoro quando vou clicando e clicando e do nada acho coisas legais que não tinham nada a ver com o primeiro clique, nesse caso estava fuçando o insta de um salão de cabelereiro e aí fui parar no insta da Gab, que me levou ao insta da YMA e pronto, to ouvindo aqui a tarde toda o som das duas! Bom, não vou falar muito, pois acho melhor vocês ouvirem.











2 de jul de 2019

KLM e seu compromisso com o meio ambiente

Meu primeiro contato com a companhia área KLM foi em 2017, na minha viagem à Europa (todos os vídeos dessa viagem estão no canal e você pode assistir clicando aqui), e lembro que na época eu e o Enzo ficamos muito impressionados com a qualidade do atendimento de bordo. Para vocês terem uma noção, muitos dos ingredientes utilizados nas refeições servidas no avião são orgânicos e de produtores locais da Holanda, na época tirei foto para postar aqui e acabei esquecendo, mas agora estão aí abaixo:


KLM refeição de bordo


Se eu já gostava da KLM desde àquela época, imagine agora que a companhia lançou a iniciativa "Voe com Responsabilidade"?! O objetivo desta iniciativa, lançada no último sábado, é convidar todas as partes interessadas do setor – companhias aéreas, parceiros, clientes e funcionários – a se unirem em busca de um futuro mais sustentável para a aviação. E para isso, eles vão compartilhar com seus concorrentes, de forma gratuita, tudo que aprenderam e desenvolveram no quesito sustentabilidade. Muito bacana ver marcas grandes assim mostrando que possuim compromisso com o meio ambiente, não é?!


"Valorizamos a concorrência, mas não quando se trata do desenvolvimento sustentável da aviação. A partir de hoje, ofereceremos a todas as companhias aéreas nosso programa de compensação de carbono CO2ZERO gratuitamente e sem a marca da KLM. E, em troca, convidamos outras pessoas a se juntarem a nós e compartilharem suas melhores práticas em benefício de um futuro mais sustentável", afirma Pieter Elbers, Presidente e CEO da KLM.  

A indústria da aviação representa de 2 a 3% das emissões de CO2 produzidas pelo homem no mundo. Devido ao crescimento da população, comércio e riqueza, esse percentual pode aumentar no futuro. Pensando nisso, a KLM possui um programa de compensação de carbono chamado CO2ZERO e em 2018, cerca de 90.000 passageiros voaram com CO2 neutro, o que contribuiu para o desenvolvimento de 312 hectares de floresta tropical. Isso representa um aumento de quase 50% em relação a 2017. A contribuição gerada pelo CO2ZERO é investida em um projeto de reflorestamento no Panamá chamado CO2OL Tropical Mix. Este projeto foi reconhecido com um Padrão de Ouro para o certificado de Metas Globais, tomando antigas pastagens, transformando-as e mantendo-as em novas florestas mistas. O projeto tem um impacto positivo no meio ambiente e na geração de empregos. Muito legal, né?!



Outra coisa muita bacana que descobri recentemente, é que 14 tipos de lixos são reciclados em cada voo da KLM, eles são reutilizados de diversas formas pela companhia, como confecção de uniforme e até carpete das aeronovaes! No vídeo abaixo eles nos mostram um pouco desse processo:



Muito incrível, né?! Mas não para por aí, a KLM quer deixar claro que todo mundo pode colaborar com a redução de CO2 e disponibiliza em seu site dicas de como fazer isso. Lá, eles explicam que voar de avião produz muito CO2 e recomendam que para curtas distâncias, como na Europa por exemplo, utilizar outros tipos de transportes menos poluentes, como os trens, é uma escolha melhor para o planeta. Confira todas as recomendações e mais detalhes sobre a iniciativa "Voe com Responsabilidade" e o programa CO2ZERO da KLM acesse flyresponsibly.klm.com.


klm voe com responsabilidade fly responsibly






25 de jun de 2019

BRUGES: tomamos a melhor cerveja do mundo

No nosso último vídeo vocês puderam ver como foi nossa viagem de trem da Antuérpia até Bruges, na Bélgica, e também o passeio de barco que fizemos por lá. Agora vocês vão poder conferir o que achamos quando tomamos a cerveja que é considerada um das melhores do mundo por muitos especialistas.
Gostaram? Quem aqui ficou curioso para experimentar essa cerveja? Se gostou dê um like no vídeo e comente por lá também, isso ajuda e muito o nosso alcance <3
Se inscreva no canal para saber de mais novidades! E nos siga no instagram: @ireicomdoroty @amanda_laboredo @sunahara



2 de jun de 2019

Doroty vai ao cinema: Godzilla II Rei dos Monstros.

Essa semana, a convite da Warner Bros. fui conferir uma das estréias mais aguardadas do ano, Godzilla II: Rei dos Monstros!

O filme que sucede os acontecimentos de "Godzilla" - 2014 e parte do universo "Kong: A Ilha da Caveira" - 2017, detalha as pesquisas e monitoramento das criaturas gigantes (os kaijus) da agência Monarch, que mantem bases espalhadas pelo mundo. No total são 17 criaturas monitoradas, porém apenas 4 deles (diga-se de passagem são as mais conhecidas do universo da Toho) fazem parte desta franquia, o que nos indica que teremos mais para filmes futuros.


godzilla 2 o filme



As criaturas gigantes, nomeados como Titãs, são as estrelas da vez, onde ao longo do filme buscam a supremacia, trazendo assim, um ritmo de ação constante ao longa-metragem.

No enredo, a família de Emma Russell (Vera Farmiga), seu marido Mark (Kyle Chandler) e sua filha Madison (Millie Bobby Brown) desfeita após os eventos do primeiro filme, tentam superar o trauma causado por Godzilla no passado. O reencontro do casal, dá início a trama que tenta mostrar como é possível encaixar e interagir com essas criaturas no nosso mundo, de forma a evitar a extinção humana.
Emma, que trabalha para a agência Monarch, desenvolve um equipamento sonoro capaz de controlar os Titãs e é através dele, que antes adormecidos, se despertam para o grande combate.

Um filme de ação e ficção-científica dirigido por Michael Dougherty, e roteiro escrito por Dougherty e Zach Shields com base na criatura de mesmo nome, do estúdio japonês Toho.

A franquia americana tenta trazer essas criaturas em um contexto moderno, graças ao alto investimento, e ao mesmo tempo, manter a tradição do estúdio Toho. Com isso, podemos assistir batalhas com efeitos especiais incríveis e com riqueza de detalhes dos Kaijus.

São 2 horas de muita ação e cenas de tirar o fôlego. Posso afirmar, com toda certeza, que a sonoplastia e o efeitos visuais são o prato cheio desse longa.

Dica: não vá embora correndo, têm cenas pós-créditos!





Godzilla II: Rei dos Monstros" chega aos cinemas de todo o Brasil, no dia 30 de maio de 2019.

E se você já conferiu, me conta aí, o que achou do filme e do que espera para o Godzilla III, vou adorar saber.


13 de abr de 2019

BRUGES - o início da busca pela melhor cerveja do mundo

Fiz um bate e volta em Bruges e foi incrível em como em um dia deu para fazer muita coisa, a cidade é incrível e pequeninha, o dia estava super agradável (fica a dica para ir para lá em Maio) e fizemos tudo a pé. No vídeo abaixo demos dicas de economia no café da manhã, informações sobre o preço que pagamos pela passagem de trem, mostramos o passeio de barco que fizemos por lá e também o começo da nossa busca pela cerveja considerada como a melhor do mundo!


bruges roteiro de um dia


Me conta aqui, você já visitou Bruges? Ou pensou em colocar Bruges no seu roteiro pela Europa? Não fazia ideia desse lugar? Quero muito saber!

 Clique no play e espero que goste do vídeo:




Se inscreva no canal para saber de mais novidades! E nos siga no instagram:




26 de fev de 2019

Doroty vai ao cinema: Primeiro Ano e a profundidade de descobrir quem somos



O primeiro filme de 2019 em que marcamos presença na Cabine de Imprensa da A2 Filmes tem a ver com muitas primeiras vezes. Pelo trailer e convite, Primeiro Ano é apresentado como uma história de amizade e de concessões por ela. Mas é preciso ter tido segundas e terceiras vezes para entender a sutileza que o longa de Thomas Lilti nos traz.

A história tem como contexto a dificuldade de um estudante de medicina sobreviver ao Primeiro ano da Faculdade na França. E é neste ponto em que Benjamin e Antoine se conhecem. O primeiro chegando ao mundo da universidade pela primeira vez, ainda não entendendo muita coisa, trocando os livros de Biologia pelo vídeo game e a pontualidade pelo melhor croissant de Paris. Já o outro, repetindo todo o processo, planejando um cronograma insano de estudos e pesquisas para conseguir se tornar médico.

Nos encontros e desencontros de ser quem são, os dois se tornam grandes amigos. O Privilegiado Benjamin acaba abrigando Antoine em seu apartamento no centro da cidade fazendo com que ele ganhe horas de estudo diminuindo o trajeto de volta para a periferia. E neste processo, é Benjamin quem nasce.

Num primeiro momento, acreditamos que é tudo sobre a obstinação de Antoine, a determinação em realizar o seu sonho que é de vocação e amor. Mas pra mim, o filme é sobre Benjamin e toda a imersão que ele passa a ter no processo desta amizade.

Perceber-se inteligente e leve, empático e privilegiado. Benjamin se descobre, sofre ao realizar que está cumprindo um papel que planejaram para ele, mas decide ser autor da própria história. E é ele quem impõe limites à sua disposição para com Antoine e também a liberdade que através do outro decide seguir.

Primeiro Ano  entra em cartaz nesta semana no circuito paulistano. E é uma dica bonita de se ver. =)




Filme: Primeiro Ano
França | 2018 | 92 min. | Drama | 12 anos
Título Original: Première Année
Direção: Thomas LiltiRoteiro: Thomas LiltiElenco: Vincent Lacoste, William Lebghil, Michel LerousseauDistribuição: A2 Filmes