15 de mai. de 2020

Verão Europeu 2020: praia ou lage?

Verão Europeu 2020: praia ou lage?


Conforme falei no meu último post, Portugal está em processo de desconfinamento desde o dia 04 de maio, e para quem acha que isso é sinal de vida "normal" novamente, está bem enganado. São muuuuitas regras a serem seguidas e cautela é a palavra que melhor define o momento.

Com a aproximação da chegada do verão europeu uma grande fonte de preocupação do governo era em relação à liberação do uso das praia. Desde o dia 4 os surfistas puderam voltar a prática do esporte, as caminhadas e corridas à beira mar também estão liberadas, mas só isso.

E apenas hoje, onze dias depois do fim do estado de emergência, é que o governo Português liberou um manual com as regras para retorno das praias, que poderão voltar a ser frequentadas a partir do dia 06 de junho. São 78 regras no total, que ao meu ver fazem todo sentido, aqui abaixo listo algumas:


  • As praias passarão a ter sinalização (verde, amarelo e vermelho) informando como está o limite de capacidade de banhista.
  • Será lançado um app para informações de praia com atualizações em tempo real sobre a questão da lotação de cada praia.
  • Cada praia terá apenas um local para entrada e outro para saída, assim o número de banhistas poderá ser controlado, e deve ser respeitado o espaço de 1,5mt entre cada pessoa.
  • Na entrada da praia será disponibilizado água, sabão ou álcool em gel para que os banhistas higienizem as mãos.
  • Na areia, o espaço de 3mts deve ser mantido entre cada guarda-sol. Entre cangas, o espaço precisa de 1,5mts.
  • Equipamentos de uso coletivo estão proibidos.
  • Um plano de contingência será colocado em prática caso sejam identificados banhistas ou prestadores de serviço que desenvolvam quadro respiratório agudo de tosse.
  • As lixeiras da praia passarão a ser com pedal, para que não seja necessário usar as mãos.
  • Vendedores ambulantes devem utilizar máscara ou viseira quando durante atendimento aos banhistas.
  • Atividades físicas serão permitidas para grupos de no máximo 5 pessoas.
E aí, você encararia? Praia ou lage?


12 de mai. de 2020

Turismo em tempos de pandemia

turismo pandemiaAqui em Portugal saímos do estado de emergência no dia 04 de Maio e agora começo a vislumbrar uma luz no fim do túnel. Porém, ainda estou muito apreensiva com toda a situação do Brasil e no resto do mundo, mas tenho tentado pensar positivamente. Saber que depois de 52 dias de isolamento intenso por aqui a situação conseguiu dar grandes sinais de melhora só me faz desejar que no Brasil as pessoas entendam que quanto mais isoladas ficarem, mais rápido tudo vai melhorar.

Por aqui as restrições ainda são muitas, o medo e a ansiedade ainda é grande, mas já comecei a querer pesquisar mais sobre o futuro de alguns setores que gosto, como o Turismo. Separei os fatos que achei mais interessantes até o momento. 








turismo pandemia1. WELCOME PROTECTION 

O vinho antes oferecido como boas-vindas ganhou novos “companheiros”, máscara, álcool em gel e um manual com as normas de segurança, impostas pelo governo local durante a pandemia. Essa é só uma das muitas medidas que o setor já começa a aplicar para retomar. Isso aconteceu comigo na semana passada ao me mudar de Airbnb, a foto esta aí para comprovar.








2. FÉRIAS NO SEU PAÍS 
Empresas de turismo estão apostando suas fichas no mercado interno. Com muitas fronteiras fechadas as empresas mudaram o tom de comunicação, o foco agora é oferecer experiências e conforto para que as pessoas curtam as férias em seu próprio país. O discurso vai além das questões fronteirças, e muitas empresas estão deixando claro em sua comunicação como é importante que a população ajude seu país na retomada da economia, seja escolhendo sua próxima estadia, restaurante e prevalecendo a compra de produtos de origem nacional.


turismo pandemia





turismo pandemia
3.  QUESTÃO DE REPUTAÇÃO


A forma como cada país tem agido para combater a pandemia será um fator importantíssimo para os turistas na escolha do próximo destino. A segurança sanitária ganha importância vital para o relançamento dos destinos turísticos. Quanto maior o descaso dos governantes com essa pandemia, maiores serão os números de infectados e mortes, e na hora de escolher o próximo destino turístico checar essas informações será um dos fatores mais relevantes para a tomada de decisão.


turismo pandemia4. ANTES DO CORONA / DEPOIS DO CORONA
As previsões de retomada do turismo na Europa revelam que apenas em 2022 o setor volte aos números pré-corona. Até lá, um dos principais focos na comunicação serão as certificações de boas práticas de segurança e garantia de distanciamento, e com isso recuperar a confiança do viajante. Portugal criou o selo "Clean and Safe", as empresas que optarem por adequar seus processos de higienização ao protocolo recomendado pela DGS - 
Directorate-General for Health poderão exibir   (Fonte: Neoturis)



turismo pandemia5. É HORA DE SE REIVENTAR

Como o cenário ainda é bem volátil, os processos de reembolso, cancelamento ou remarcações passam a ser revistos por todas as empresas do setor. A ideia é descomplicar e agilizar esse processo. A Cia aérea Emirates, por exemplo, oferece três opções para seus clientes que tiveram cancelamentos de voos e sofreram as consequências das restrições de viagem devido à pandemia.


turismo pandemia6. DESCOMPLICAR PARA ACELERAR 

Enquanto o medo prevalece à vontade de viajar, plataformas turísticas precisam se reinventar. O airbnb mais uma vez tomou a frente e já oferece experiências virtuais em seu site. Agora você não precisa estar em Portugal para aprender com um morador local como preparar pastéis de nata ou ir até a Espanha para ter uma aula particular de flamenco.


turismo pandemia7. MÁSCARA É O MÍNIMO


A KLM está renovando o ar na cabine a cada 3 minutos e utilizando filtros "High Efficiency Particulate Air"’ ou HEPA, idênticos aos usados ​​nas salas de operações de hospitais. Esses filtros extraem mais de 99,99% dos menores vírus. Os vírus do tipo coronavírus, variando em tamanho de 0,08 a 0,16 micrômetros, são filtrados pelos HEPA.


turismo pandemia8. DESCANSO MERECIDO 
O vilarejo de Engelberg, na Suíça Central, em conjunto com o campeão olímpico Dominique Gisin estão oferecendo uma viagem inesquecível de presente para os agentes de saúde para quando tudo isso passar. Podem participar toda a equipe de hospitais e instituições suíças, incluindo médicos, equipe de enfermagem e os demais profissionais que estão expostos ao vírus.


turismo pandemia9. LIMPEZA CERTIFICADA


Airbnb anuncia Programa Avançado de Limpeza para o futuro das viagens. O programa está sendo desenvolvido com orientação de autoridades sanitárias e em parceria com especialistas em hospitalidade e higiene médica locais. Os hóspedes, em breve, poderão identificar e reservar as acomodações incluídas no Programa logo após a adesão dos anfitriões. O Hotel Hilton já fez um update no seu procedimento de higienização dos quartos, e agora as portas serão lacrada com um papel após cada limpeza, o papel estando intacto é sinal de que o quarto não foi reaberto por ninguém antes dos hóspedes (o que me lembra aqueles lacres de delivery).



turismo pandemia10. MELHOR PREVENIR, DO QUE REMEDIAR
A Cia aérea Frontier Airlines é a primeira do setor a comunicar que todos os passageiros e tripulação terão a temperatura checada antes dos embarques. A partir dos 38º será solicitado aguardar por alguns minutos para uma segunda checagem, caso a temperatura continue elevado o passageiro ou tripulante não poderá seguir viagem.


Agora me diga você, tem planos de viajar ou ainda está sem coragem? E qual será o primeiro destino que pretende visitar quando tudo isso passar?









21 de mar. de 2020

Corona Vírus: 50 startups, empresa e profissionais que estão se disponibilizando a ajudar durante a Pandemia

faça o bem que o resto vem
Arte by @marquestalita

Aqui vai uma lista de startups, empresas e profissionais que estão se disponibilizando para ajudar com o que podem durante a pandemia do Corona Vírus. Compartilhe esse post com seus amigos, vamos fazer essa rede de colaboração aumentar <3 

1.Samba Tech 
DESCRIÇÃO: Empresa referência em vídeos online 
O QUE ESTÁ FAZENDO: vai disponibilizar recursos tecnológicos e transmissão ao vivo, de forma gratuita, para que escolas, instituições públicas, alunos e profissionais de ensino possam interagir entre eles e disseminar o conhecimento para todo o Brasil com intuito de minimizar o impacto que o coronavírus irá causar no ensino brasileiro. 


2. EMPRESA: FullFace 
DESCRIÇÃO: Empresa brasileira e especializada em biometria facial 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Irá disponibilizar gratuitamente o serviço de autenticação facial para as instituições de ensino e alunos que optarem por dar continuidade às aulas, atividades ou provas no sistema EAD. O benefício proporcionado pela empresa terá duração de três meses. 


3. EMPRESA: Consolide 
DESCRIÇÃO: a startup especializada em registro de marcas 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Coloca seu time jurídico à disposição para tirar dúvidas, de maneira remota e gratuita, sobre direitos e deveres de empresas e trabalhadores nesse momento de quarentena, a exemplo de antecipação de férias, liberação de FGTS, jornada home office e outras questões que possam surgir. 


4. EMPRESA: Qranio 
DESCRIÇÃO: plataforma mobile de aprendizagem que usa a gamificação para estimular os usuários a se envolverem com conteúdos educacionais; 
O QUE ESTÁ FAZENDO: irá disponibilizar gratuitamente, durante três meses, sua plataforma para que professores, escolas públicas e privadas possam continuar suas atividades à distância com seus alunos até a normalização das aulas. 


5. EMPRESA: Promobit 
DESCRIÇÃO: plataforma de social commerce 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Em categoria Promoções/Grátis o Promobit selecionou alguns e-books, jogos, aplicativos e cursos para todas as idades. Para conhecer nessa relação é só acessar o link: https://www.promobit.com.br/promocoes/grátis.


6. EMPRESA: Sucellos 
DESCRIÇÃO: Consultoria de gestão estratégica de marca & inteligência para investimento de risco (Venture Capital & Private Equity). 
O QUE ESTÁ FAZENDO: 1 hora de mentoria para uma startup, todos os dias, até 30/04, para definir ações que reforcem sua marca na crise e aumentem suas vendas. 
SITE: www.sucellos.com.br 


7. EMPRESA: Apponte.me 
DESCRIÇÃO: solução de relógio de ponto eletrônico e controle de jornada com função de ponto em celular, tablets e desktop 
O QUE ESTÁ FAZENDO: 60 dias grátis da solução completa, para empresas que queiram colocar seus colaboradores em home office para evitar contágio ou dispersão do vírus. 
SITE: www.apponte.me 


8. EMPRESA: N2B 
DESCRIÇÃO: aplicativo de acompanhamento nutricional com profissionais de verdade (versão whitelabel para grandes clientes) 
O QUE ESTÁ FAZENDO: disponibilizará conteúdos nutricionais nas plataformas dos apps para que as pessoas saibam quais alimentos comprar, como armazenar e como manter a imunidade alta. 

9. EMPRESA: Kinedu 
DESCRIÇÃO: O Kinedu é um aplicativo de desenvolvimento infantil para crianças de 0 a 4 anos, que sugere atividades baseadas na ciência do desenvolvimento, para que os pais possam brincar com seus filhos e impulsionar seu desenvolvimento - um serviço adequado para dar continuidade às experiências de aprendizagem em casa. 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Em resposta ao fechamento das escolas no Brasil e no mundo, o Kinedu está oferecendo seu aplicativo GRATUITAMENTE até 15 de Abril no mundo todo. A assinatura anual normalmente custa R$ 179,90, e pode ser acessada por qualquer navegador, na App Store, da Apple, e no Google Play em três idiomas: Português, Inglês e Espanhol. 


10.EMPRESA: Gramado Summit 
DESCRIÇÃO: Venda de ingressos com parte destinada ao combate do coronavírus 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Até o final de maio, 10% de cada ingresso vendido para a Gramado Summit 2020 será destinado para o Hospital de Gramado, para atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e prevenção do coronavírus. 

11.EMPRESA: Supermercado Now 
DESCRIÇÃO: maior plataforma de supermercado online 
O QUE ESTÁ FAZENDO: A startup liberou frete grátis para todos os clientes acima de 60 anos. A ideia é ajudar o grupo de risco, idosos, a realizar as compras de supermercado sem precisar sair de casa. O benefício está liberado até o dia 31 de março e é automático para clientes já cadastrados na plataforma. 


12.EMPRESA: Noknox 
DESCRIÇÃO: startup que conecta pessoas aos seus locais de convivência unindo praticidade, segurança e conforto 
O QUE ESTÁ FAZENDO: A empresa criou uma plataforma chamada Vizinho do Bem. A ideia é conectar pessoas em situação de risco - idosos, pessoas em quarentena, e com comorbidades - que não possam sair de casa com pessoas dispostas a ajudar para a realização de atividades como ir ao mercado, farmácia ou buscar algum objeto, por exemplo. Após localizar alguém para ajudar, o sistema envia uma notificação via whatsapp. 


13.EMPRESA: C&M Law (Cunha & Mantovani) 
DESCRIÇÃO: Escritório de advocacia focado em negócios 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Está disponibilizando 30 minutos de assessoria jurídica pro bono para empreendedores, pequenas empresas e negócios que estão sendo afetados pelos efeitos da crise do COVID-19, auxiliando e orientando na adaptação para enfrentamento da crise, diminuindo os prejuízos no curto e médio prazo 


14.EMPRESA: Mais.im 
DESCRIÇÃO: Plataforma de comunicação para integrar equipes de forma fácil, com controle e governança das informações para apoiar a gestão de processos e a tomada de decisões. 
O QUE ESTÁ FAZENDO: Estamos disponibilizando gratuitamente a plataforma de comunicação interna e externa, para hospitais e instituições públicas, bem como a rede de parceiros em torna dessas organizações, até que a pandemia seja controlada. 
SITE: https://mais.im 


15.EMPRESA: Todo Cartões 
DESCRIÇÃO: Plataforma gratuita para criação e venda de cartõespresente para pequenos e médios lojistas, profissionais liberais e freelancers, gerando receita enquanto clientes não podem consumir seus produtos e serviços. 
 O QUE ESTÁ FAZENDO: Estamos disponibilizando gratuitamente nossa plataforma de criação e gestão de cartões-presente, para ajudar empreendedores de pequeno e médio porte a gerarem receita e terem fluxo de caixa durante os períodos de baixo ou nenhum movimento, ocasionados pelo Coronavírus. 
SITE: https://conteudo.todocartoes.com.br/todospresentes 

18 de fev. de 2020

Luta por Justiça, um filme que escancara o racismo estrutural

filme luta por justiça cinema


Dez minutos antes de entrar na cabine de imprensa do filme Luta por Justiça, a convite da Warner Bros., eu lia a matéria do El Pais sobre o caso de racismo que o jogador Marega sofrera na Europa. E “Luta por Justiça” tem tudo a ver.
Nos Estados Unidos do final dos anos 80, o advogado negro recém-formado Bryan Stevenson – interpretado brilhantemente por Michael B. Jordan – troca o conforto das promessas da Faculdade de Direito de Harvard pelos casos esquecidos e injustiçados do Alabama. E é lá que ele conhece a história de Walter McMillian – incorporado pelo majestoso Jamie Foxx- preso injustamente e acusado por um assassinato que não cometeu.
A história do filme é real e baseada no livro escrito por Stevenson que também assina a produção executiva do longa. Com diálogos certeiros e carregados pelas dores e injustiças que o racismo estrutural causa, “Luta por Justiça” desnuda uma sociedade ainda atual pautada na voz e na legitimidade branca que se cala e se deleita em privilégios lutando para não serem perdidos. Batalha esta que custa a vida e a dignidade de milhares de pessoas negras pelo mundo todo.
Stevenson, ainda atuante em sua causa, só foi capaz de seguir adiante com seu propósito porque sabia exatamente o que é ser julgado por sua cor antes mesmo da decisão de um tribunal. Fato este que eu, como branca, jamais serei atravessada. Saí do cinema munida de esperança e de reflexões. Voltei ao campo de futebol em que Marega jogava, brilhava e era perseguido, xingado e humilhado. Naquele estádio e na vida, eu jogava ao lado dele. Mas isto não foi suficiente porque nunca o é. 
Angela Davis que sentiu na pele o preconceito estadunidense, nos alertou que só não ser racista não seria suficiente. Deveríamos ser antirracistas. E para isso, se a torcida não é punida pelos seus preconceitos, chamamos a responsabilidade a campo. Se o juiz pune a vítima, questionamos as estruturas sociais e do futebol, e nos colocamos contra isso não aceitando. Se a saída mais certeira do momento for a escolha do seu parceiro negro em abandonar o campo, cabe respeitá-lo e dar as costas para uma partida carregada de injustiças. Nunca, nunca fazê-lo pensar que o que ele sente é errado. Até mesmo porque podemos opinar sobre, mas este não é e nunca será o lugar de fala de um branco. Se insistirmos na ideia, reproduziremos a lógica que nos ensinaram.
Filmes como este nos trazem à reflexão e ao questionamento sobre a reprodução de uma ordem estabelecida que privilegia brancos. Que bom que saímos dele pesarosos e desconfortáveis. Mas o quê fazer agora? Interromper estas práticas pessoais e nas suas relações sociais já é um começo. Ouvir e respeitar a história do outro também. Ler autores e autoras negras, conhecer histórias de resistências como estas e tantas outras que, por gerações, travam uma batalha para que pessoas continuem existindo.

Luta por Justiça entra no circuito nacional dia 20/02.


15 de fev. de 2020

CCSP apresenta Made in Korea, um festival de cinema coreano

Seguindo a onda do filme sul coreano, vencedor do Oscar 2020, Parasita. O Centro Cultural de São Paulo (CCSP) recebe a mostra Made in Korea, que conta com a exibição de vários filmes coreanos até o dia 23 de fevereiro (corre que ainda dá tempo), na sala Lima Barreto, com entrada gratuita!
cinema coreano dicas de filmes coreanos

A programação conta com alguns dos clássicos do cinema coreano e também da filmografia do Bong Joon Ho, diretor do Parasita.
Se você assistiu ao filme de Bong e adorou ou ainda irá conferir o filme, aqui vai uma oportunidade de conhecer mais algumas de suas obras como os filmes “Memórias de Um Assassino” e “Mother – A Busca Pela Verdade”, e também aproveitar para conhecer outros estilos de filmes de diretores coreanos.
Confira abaixo a programação, que está incrível, dos 15 filmes:
16/02 - Domingo
15h30 - Invasão Zumbi*
18h - Um Dia Difícil*
20h - The Gangster, The Cop, The Devil

18/02 - Terça
15h - Mother – A Busca Pela Verdade
17h30 - Old Boy*
20h - O Caçador

19/02 - Quarta
16h30 - Em Chamas
19h30 - The Yellow Sea

20/02 - Quinta
15h - Eu Vi o Diabo
17h30 - Um Dia Difícil*
19h45 - Crying Fists

21/02 - Sexta
16h - O Lamento
19h - A Criada*

22/02 - Sábado
15h - Mr. Vingança
17h30 - Old Boy*
20h - Lady Vingança

23/02 - Domingo
15h - Medo
17h15 - Memórias de Um assassino
19h45 - Mother – A Busca Pela Verdade
*Esses filmes eu já assisti e super recomendo. 
  • Old Boy é um clássico do cinema coreano, e acho que foi um dos primeiros filmes que assisti. É quase obrigatório assistir se você ama um filme de muita ação e violência. 
  • A Criada, eu indiquei em outro post, que vale a pena assistir se você gostou do filme Parasita. Tem muita tensão, reviravoltas, e muitas surpresas. Não é um filme leve, ele chega a ser um pouco perturbador, mas a fotografia e a narrativa impressionam.
  • Invasão Zumbi é um filme como o nome já conta: de zumbi hehehe, se este é um tema que curte, pode apostar que vale a pena. Tem uma narrativa tão envolvente e humana, que apesar das cenas dos zumbis quase reais, de muito sangue e violência, posso considerar um drama.
  • Um dia difícil deve ser um dos meus favoritos, ele é de suspense policial, daqueles de tirar o fôlego e de fácil entretenimento. Preciso dizer mais alguma coisa??

Dos filmes nessa programação, listei 3 que quero muito conferir:
  • Em chamas
  • Mother – A Busca Pela Verdade
  • The Gangster, The Cop, The Devil. 

Espero que tenha curtido a dica e aproveite! E claro, me conte se for assistir a algum dos filmes e o que achou deles.
SERVIÇO: A bilheteria abrirá uma hora antes da primeira sessão do dia para a retirada de ingressos. O CCSP fica na Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - São Paulo.
Ah, e tem mais: o filme “Parasita” ainda está em cartaz em diversos cinemas! Vamos valorizar o cinema de outros países <3



14 de fev. de 2020

Parasita, uma análise feita por uma filha de pais coreanos

Parasita, uma análise feita por uma filha de pais coreanos
Poster art by Andrew Bannister

Desta vez não rolou cabine para o filme, mas li e ouvi tanto a respeito dele, que achei interessante comentar aqui sobre o tal filme sul coreano - Parasita. Sim, o que ganhou recentemente em 4 categorias no Oscar, sendo um deles, o principal, o de Melhor filme.

Como filha de coreanos, quis trazer um ponto de vista um pouco diferente das críticas que circulam por ai.
Nunca fui a tradicional coreana e tão pouco a fã de Kpop (desculpem aí, rs), mas aprendi o idioma em casa e na escolinha quando pequena - o que me ajuda a consumir diversos conteúdos coreanos há um tempo. Dito isso, preciso explicar alguns pontos antes de entrar na resenha do filme (aguenta aí heheh).



Se você é amante de Kpop ou doramas (as séries coreanas) talvez o filme não te cause tanto impacto, por já entender um pouco do mercado coreano, mas que mesmo assim, te surpreenderá. Se você é amante de cinema, esse filme deve fazer parte da sua lista, assim como de outros diretores coreanos.

Em São Paulo, a comunidade coreana é relativamente grande, o que me permite acesso a algumas amostras internacionais nos centros culturais. E foi assim, que passei a ir em alguns dos festivais de filmes coreanos e entender um pouco do estilo não Hollywood. Os filmes mais “famosos” sempre foram os de terror e os de ação, pela intensidade e veracidade das cenas. Quando tem sangue, é muito sangue! Quanto tem luta, é muita luta! E a tensão é sempre grande que mal dá para respirar.

Se são tão bons assim, por quê então os filmes coreanos nunca foram muito comentados ou com tiveram uma distribuição nos cinemas nacionais como está sendo agora com o ganhador do Oscar?

O Parasita retrata a diferença das classes sociais de duas famílias, e como a vontade de melhorar de vida a qualquer custo pode ter um alto preço. Ki-woon, o filho mais velho da família Kim, que vive na pobreza em um apartamento subterrâneo, vê uma oportunidade de trabalhar como professor particular para a filha de uma família rica, os Park. E é ai que a trama começa, vendo a chance de mudar de vida, ele elabora um plano para infiltrar toda sua família dentro da casa dos Park. Um filme tenso e leve ao mesmo tempo, que traz uma narrativa elaborada e surpreendente.

Mas, qual a novidade aqui? Por que tantos prêmios e burburinhos? 

A cultura coreana é ainda bastante conservadora e tradicional, principalmente nos filmes românticos! Para vocês terem uma ideia, não abordam cenas de sexo e até cenas de beijos mais quentes são raros. No entanto, a obra do diretor Bong Joon Ho é um mix do liberalismo ocidental com a tradição dos filmes de ação/thriller já conhecidos pelos coreanos. Uma mistura ousada pro mercado interno, mas certeira para o mercado internacional, ao meu ver. Ele consegue conquistar o público que ama um suspense/thrilled, os que gostam de um leve romance, e com seu enredo cheio de reviravoltas fica impossível não perder o fôlego.

Um outro filme bem parecido, que segue essa linha é o A Criada (The Handmaiden, em inglês) do diretor Park Chan Wook (o mesmo de Oldboy) que na sua estréia teve ótimas críticas e venceu o troféu Vulcão no Festival de Cannes de 2016. A trama acontece nos anos 30, época que o país foi ocupado pelo Japão, e traz temas como homossexualidade, opressão, e jogos de poder. Assim como Parasita, é um filme intenso que quebra muitas barreiras e é cheio de reviravoltas e muitas surpresas durante o filme.

Dica especial para quem chegou até aqui: se você for de São Paulo ou estiver pela cidade, pode encontrar o longa em exibição gratuita no Centro Cultural de São Paulo (CCSP) onde está rolando uma mostra de filmes coreanos do dia 11/02 até o dia 23/02. Vale a pena assistir outros filmes que estão em cartaz também!

Dica 2: tem bons filmes coreanos no Netflix, recomendo esses dois:

- Okja do mesmo diretor de Parasita, Bong Joon Ho, onde retrata a amizade de uma jovem com uma porca gigante, geneticamente modificada por uma poderosa empresa alimentícia.

- Drug King de Woo Min-ho, que tem como ator principal o mesmo do Parasita. É um filme um pouco diferente, mas baseado em fatos reais, e seguindo a onda das produções como Narcos e El chapo, conta a história de um líder do narcotráfico nos anos 70.

Me contem o que acharam dos filmes e se gostariam de mais dicas de filmes coreanos por aqui.


7 de fev. de 2020

10 fatos sobre o documentário The Cave

Do renomado cineasta Feras Fayyad - duas vezes indicado ao Oscar pelo filme “Last Men in Aleppo” - chegou no dia 03 de fevereiro à programação da National Geographic (com reprise até o dia 08/02), The Cave, um relato comovente e cheio de coragem, resiliência e solidariedade. O filme é considerado um dos melhores do ano pelos veículos New York Times, Los Angeles Times, National Public Radio e The Washington Post.

Fomos convidadas ao escritório da Fox para conferir a première do documentário “The Cave” que concorre na categoria do Oscar 2020É impossível não sair impactada desta história. Primeiro porque ela é real e contada pelo lugar de fala daqueles que são as maiores vítimas de qualquer guerra: o povo. Depois, porque existe uma mulher como Amani. Alguém capaz de se doar pra pessoas que nem mesmo conhece porque sabe que este é o certo a se fazer.


documentário The Cave


Naquele hospital subterrâneo nas mediações de Damasco, o médico ligava o celular no YouTube e colocava música clássica enquanto operava o paciente. O Hospital caverna dirigido pela dra. Amani que, aos 30 anos - subjugada todos os dias de sua vida e por sua cultura por ser mulher - escolheu estar na zona de conflito cuidando de crianças sírias. Amani que se guia pelo som dos caças russos, que pragueja contra Ala e Bashar, que resiste bravamente contra o governo e os aliados nesta luta por salvar vidas.

Esta mulher que emprega outras mulheres para lhes saciar a fome, que chora por ter comida em meio à miséria, que abandonou tudo porque acredita que viver é fazer algo importante.

Esse é mais um dos dos documentários que se tornam obrigatórios de se assistir na vida. O mundo é um lugar melhor só porque nele existe a Dra. Amani.


Confira 10 fatos sobre o documentário The Cave que são de arrepiar!


1. ADMIRAÇÃO DO DIRETOR POR MULHERES VALENTES, DESDE CRIANÇA
O diretor sírio Feras Fayyad cresceu cercado por mulheres: sua mãe, sete irmãs e quatro tias. Por conta disso, ele sempre se incomodou com situação das mulheres na sociedade síria, onde são consideradas “sexo frágil”, nascidas para serem esposas e mães, e inferiores aos homens.

2. A EXPERIÊNCIA DE TORTURA
Em 2011, o governo de Bashar al-Assad começou a tomar medidas severas para interromper o movimento pró-democrático. Fayyad foi preso, seu filme sobre um poeta sírio exilado e sua luta pela liberdade de expressão o colocaram na mira do regime. Ele foi preso e torturado por quinze meses. Lá ele testemunhou crueldade e misoginia. “Como um homem que cresceu em uma família de mulheres, isso foi muito forte para mim. Senti que um dia tive que usar minha voz como cineasta para denunciar tudo isso.”

3. O DESCOBRIMENTO DE AMANI BALLOUR
Em agosto de 2013, o governo de Al-Assad realizou um ataque de armas químicas em Guta. Mísseis foram lançados às 2:30 da manhã, o que asfixiou a população enquanto dormia. Feras Fayyad ficou chocado ao ver imagens de dois médicos que trabalharam rápida e decisivamente. Um deles era uma jovem pediatra, Dra. Amani Ballour.

4. AMANI, UMA SÍNTESE DAS MULHERES DA VIDA DE FAYYAD

“Eu podia imaginar minha mãe, minhas irmãs e as mulheres que haviam sido espancadas durante minha prisão em todas as histórias que foram contadas por Dra. Amani. Ela não apenas cumpria seu dever como médica: ela estava desafiando os estereótipos e preconceitos que a sociedade síria tem sobre as mulheres”, lembra Fayyad.

documentário The Cave


5. A CAVERNA
Amani foi nomeada diretora do hospital subterrâneo, em Guta, nomeado "A Caverna". Os pisos subterrâneos faziam parte de um hospital em construção que permaneceu inacabado e vazio desde o início das guerras. A área foi dividida em salas: uma clínica pediátrica, uma clínica para mulheres, uma sala de operações, uma sala de recuperação e um espaço de recepção de emergência.

6. UM FILME DIRIGIDO À DISTÂNCIA
Incapaz de ir a Guta devido ao cerco, o diretor teve que reunir uma equipe de filmagem para trabalhar dentro do hospital subterrâneo. Sua busca o levou a três talentosos colaboradores: Muhammed Khair Al Shami, Ammar Sulaiman e Mohammed Eyad, que fizeram um mapa detalhado do hospital para que ele tivesse uma ideia concreta da distribuição, das várias salas e túneis. Eles se comunicavam online duas vezes por dia e enviavam as imagens em pequenos arquivos.

documentário The Cave

7. O DESAFIO DE NÃO PERTURBAR
Fayyad deu-lhes instruções, passo a passo, sobre as técnicas necessárias durante as filmagens para captar a sensação de intimidade que procurava. "Eles precisavam saber como filmar de maneira sensível, próxima dos personagens, mas sem perturbá-los". Fayyad produziu o documentário seguindo o estilo do cinéma verité, através apenas dos personagens, sem narração ou entrevistas diretas à câmera. O diretor queria que sua equipe seguisse os personagens por longos períodos de tempo e os filmasse trabalhando e também em suas vidas pessoais: comendo, se comunicando com a família, conversando entre si.


8. FALTA DE LUZ
Os cinegrafistas enfrentaram inúmeras dificuldades técnicas, principalmente devido à impossibilidade de acessar equipamentos sofisticados de alta qualidade e adequados para filmar pequenos espaços escuros. Quando havia uma queda de energia, um dos operadores de câmera acendia a lanterna do celular. Além disso, os personagens raramente iam à superfície, para não correr risco de morte por um dos frequentes ataques aéreos dos caças russos.

documentário The Cave


9. ATENÇÃO ÀS MENINAS
Dra. Amani age de acordo com suas convicções e com atenção especial às meninas, as quais o futuro ainda é uma questão indefinida. “Em nossa sociedade, espera-se que as mulheres se casem quando são adolescentes. A maioria dos homens e pais diz: ‘Você se casará e irá para a casa de seu marido’. Por isso, é preciso falar com elas sobre isso”.

10. A ETERNA ESPERANÇA POR JUSTIÇA
Quando perguntado sobre suas expectativas em relação à caverna, a Dra. Amani foi, como sempre, direta: “Quero que este filme signifique um passo no caminho da justiça, talvez possamos fazê-la um dia. Quero contar à geração mais jovem da Síria, os filhos dos sírios, a verdade sobre o que aconteceu aqui. E, especialmente, quero que as mulheres do meu país saibam que são fortes, que podem desafiar restrições, que podem fazer o que querem. Tentei dizer a todas as mulheres que vi, o tempo todo: ‘Não preste atenção à sociedade, ao que as pessoas dizem sobre você. Você tem que fazer o que quiser. Você tem que ter fé em si mesmo’. Algum dia, as coisas vão mudar! A sociedade vai mudar."






2 de fev. de 2020

Como conseguir até 80% de desconto em ingressos na Broadway

Essa dica é tão boa que não poderia ficar só nos meu stories do Instagram! Aqui vai uma dica pra vida, já printa esse post e compartilha com as amigxs tudo! Para conseguir até conseguir até 80% de desconto em ingressos na Broadway você não vai precisar enfrentar filas e nem sair do seu hotel/airbnb!

Como conseguir até 80% de desconto em ingressos na Broadway


A Broadway possui um site (https://lottery.broadwaydirect.com/) que diariamente abre inscrições para o sorteio de ingressos para seus espetáculos. Todo dia entre às 14h e 20h eles liberam a agenda com os espetáculos e na descrição de cada espetáculo eles colocam o horário que as inscrições se encerram.

Abaixo um print de alguns dos espetáculos que estão participando da Lottery e o valor de cada ingresso. Para vocês terem ideia o ingresso mais barato de Rei Leão é cerca de $90 + tax.

desconto em ingressos na Broadway



Clicando no espetáculo, você conseguirá se inscrever ou caso ainda não esteja disponível para cadastro, você já conseguirá saber que horas deve voltar ao site. No caso abaixo as inscrições se iniciam às 20h.


desconto em ingressos na Broadway

Para se inscrever você precisará preencher um pequeno cadastro, lembre-se de colocar seu nome completo de acordo com o que consta no seu passaporte, pois o documento será necessário para você retirar os ingressos na bilheteria.

Ao se inscrever você receberá um e-mail de confirmação dizendo o horário de término das inscrições e o horário do sorteio. O resultado do sorteio é enviado no seu e-mail e caso você tenha sido sorteado você terá até uma hora para finalizar o pagamento dos seus ingressos pelo site. Cada pessoa tem direito a solicitar 2 ingressos, e no meu caso e do Enzo, todo dia nós dois nos inscrevíamos para ter chances em dobro.

desconto em ingressos na Broadway


Dica: coloque o celular para despertar todo dia para lembrar do horário de se inscrever e do horário de checar o resultado. Eu fui sorteada uma vez, mas esqueci de checar meu e-mail e quando fui ver já tinha acabado o prazo de compra dos ingressos, depois dessa coloquei meu celular para despertar hahaha (rindo, mas de desespero), mas somos brasileiros e não desistimos nunca, não é mesmo?!

Depois de muitos dias tentando, fomos sorteados ontem para o espetáculo do Rei Leão! Ou seja, em um período de 20 dias fomos sorteados duas vezes!

Ao finalizar a compra do tickets eles te informam o horário de retirada dos ingressos, que no nosso caso foi uma hora antes do espetáculo iniciar. E só na hora que retiramos os ingressos que descobrimos qual serão nossos assentos no teatro. A gente estava achando que seriam assentos mais distantes e com uma visão não tão privilegiada, mas para nossa surpresa pegamos assentos ótimos, que custavam entre $115 e $149 dólares! Ou seja uma economia de cerca de 80%!

Aqui você consegue ver o mapa dos assentos do teatro, marquei em vermelho os nossos assentos:

Como conseguir até 80% de desconto em ingressos na Broadway

Como conseguir até 80% de desconto em ingressos na Broadway


Os espetáculos da Broadway são maravilhosos e vale muito a pena conferir! É proibido fotografar o espetáculo, mas aqui está o trailer do espetáculo do Rei Leão para vocês conferirem, é de arrepiar!



Gostaram da dica? Se você fosse assistir um espetáculo na Broadway qual escolheria primeiro? Ou se já assistiu, qual recomenda? Em 2108 eu assisti o Fantasma da Ópera e agora quero escolher o próximo para tentar a sorte novamente na Lottery <3