28 de ago de 2012

O livro que se apaga em dois meses

Se você é daqueles que compram vários livros ao mesmo tempo e deixa-os na prateleira para quando tiver tempo de ler, não poderá fazer isso com o "El libro que no puede esperar", pois depois de aberto o livro se apaga em sessenta dias.


A editora Eterna Cadencia, em parceria com a agência de publicidade DraftFCB, lançou esse livro com uma tinta especial que desaparece aos poucos com o contato da luz, o livro fica lacrado em um saco plástico e informa que após aberto deve ser "consumido" em até 60 dias, evitando assim que ele desapareça antes do início da leitura. A ideia é que as pessoas criem o hábito de começar a ler o livro logo após a compra, o resultado esperado é uma maior rotatividade nas vendas, possibilitando então a edição de mais e mais livros, ajudando novos autores a terem seus livros lançados e até mesmo reeditados.





El futuro no es nuestro: nueva narrativa latinoamericana foi o primeiro livro lançado dessa forma, reúne textos de vinte escritores latino-americanos nascidos entre 1970 e 1980, e ficou esgotado no primeiro dia de lançamento, além de ter recebido milhares de encomendas. A ideia também foi premiada este ano no Festival Internacional de Publicidade de Cannes na categoria lançamento ou relançamento.

Confira o vídeo que fala do livro e mostra um pouco do seu processo de fabricação:



A editora encontrou uma forma, digamos até que poética, de trazer a tona uma realidade que acontece com novos autores, incentivando a leitura dessas obras que muitas vezes ficam paradas nas livrarias por falta de conhecimento, se as pessoas não leem os primeiros livros desses novos autores impossibilitam por consequência que o segundo seja lançado.

O livro que desaparece em dois meses ainda não foi lançado no Brasil, mas não vejo a hora que isso aconteça, ou então que alguém vá para Buenos Aires e traga para mim (viu amigos viajantes!).

6 comentários:

  1. Amanda, acho que fizeram esse livro para mim, que compro um monte de livros e acabo com aquela pilha de "futuras leituras". Sensacional!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post, muito bom Amanda!!! *-*

    beijãoo e ótima semana <3
    http://mynameisglenn.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Mas pera aí depois o livro eh publicado novamente "pra durar mais de dois meses"?? pq poxa, e ese eu quiser emprestar, guardar ler d enovo!? vou ficar tecnicamente com um livro em branco sabe rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Ingrid, esse é um porém...foi a forma que eles acharam de conseguir vender os livros de novos autores e assim cada vez mais lanças novos livros e torná-los mais conhecidos. Acho que a experiencia deve ser tão fascinante que não me importaria de ter um livro em branco depois de dois meses, já tenho tantos outros rs

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. A ideia é genial, pra divulgar novos autores e publicações. Mas o preço tem que ser bem em conta, já que o livro tem vida útil bem reduzida hehehehehehe

    ResponderExcluir