11 de nov de 2009

Stephen Wiltshire e seu Minimalismo


Stephen Wiltshire, é um artista que desenha e pinta paisagens super detalhadas. Ele tem um talento especial para o desenho realista, faz representações precisas das cidades, às vezes, depois de ter as observado brevemente.

Stephen nasceu em Londres no dia 24 de abril de 1974. Aos três anos, ele foi diagnosticado como autista. Ele não tinha a língua e viveu inteiramente em seu próprio mundo. Com cinco anos, Stephen foi enviado para Queensmill School, em Londres, onde foi constatado seu fascínio em desenhar. Logo se tornou evidente que ele se comunicava com o mundo através de seus desenhos. No início desenhava animais, depois os automóveis das ruas de Londres, e finalmente edifícios.
Os professores da Escola Queensmill sempre o encorajaram a falar. Stephen respondeu fazendo sons e, posteriormente pronunciou a sua primeira palavra "papel". Ele aprendeu a falar completamente em nove anos de idade.
Com o passar do tempo suas obras foram ficando cada vez mais conhecidas e admiradas em locais de todo o mundo. Em 2001, ele apareceu em um documentário da BBC, "Fragmentos de um Gênio", no qual foi filmado sobrevoando Londres a bordo de um helicóptero e, desenhando uma detalhada ilustração de uma aérea de quatro milhas de quadradas em apenas três horas.
De outubro a novembro de 2003, milhares de pessoas visitaram a Orleans House Gallery, em Twickenham, perto de Londres, na Inglaterra, para ver a primeira grande retrospectiva da obra de Stephen. A exposição abrangeu o período de 20 anos, de 1983 a 2003, e composta por 150 exemplares de seus desenhos, pinturas e gravuras.
Em maio de 2005, fez um curto passeio de helicóptero sobre Tóquio, o que rendeu um desenho minimalista com pormenores impressionantes da cidade, em uma tela de 10 metros de comprimento. Desde então, desenhou Roma, Hong Kong, Frankfurt, Madrid, Dubai, Jerusalém e Londres, em telas gigantes. O último desenho da série foi de sua casa espiritual, Nova York. Ele completou sua obra-prima no Pratt Institute em Nova York em outubro de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário